Passar para o Conteúdo Principal
Hoje
Máx C
Mín C
siga-nos

70 mil pessoas visitam Feira do Fumeiro de Vinhais

Fumeiro 1 720 2500

Foi, provavelmente, a melhor Feira de sempre. De 5 a 8 de fevereiro passaram pela Feira do Fumeiro de Vinhais 70 mil pessoas, números surpreendentes para um evento gastronómico que se realiza num concelho de interior, que apesar de já ter bons acessos, continua afastado dos grandes eixos rodoviários. Estes números não resultam de uma qualquer ação de promoção pontual melhor conseguida, mas da afirmação da qualidade do evento, da organização, da excelência dos produtos que aqui se comercializam e do trabalho de divulgação permanente e continuado, que se faz com especial incidência nos meses que antecedem a feira mas também ao longo de todo o ano. “Estou convencido que este ano batemos todos os recordes em matéria de visitas”, comentou o presidente da Câmara de Vinhais, Américo Pereira, apontando como prova “o número de pessoas” que circulavam pela feira e a ocupação total da área de estacionamento disponível, em torno do recinto do evento e por toda a vila.

O autarca refere sempre que esta é a verdadeira “Feira do Fumeiro, a original” e também aquela que mais tem apostado na diferenciação pela qualidade, pela genuinidade e profissionalismo. O público em geral sabe que é assim e essa é uma das razões porque ano após ano milhares de pessoas visitam esta Feira para comprar “o melhor fumeiro do mundo”. “Continuamos a passar ao lado da crise, basta olhar para os nossos expositores e ver as quantidades de fumeiro vendido para ver que a crise não afeta estes produtos”, sublinha o edil.

Carla Alves, diretora da Feira, explica com um sentimento de “inconformismo” permanente e vontade incessante de fazer mais, o sucesso alcançado: “Não é fácil, ao fim de 35 anos, onde todos os recordes parecem já ter sido alcançados, conseguir superar o trabalho de anos anteriores e ultrapassar resultados”, comentou, obviamente satisfeita.

“Constatamos aqui que há gente que vem de norte a sul do país, que vem pela excelência dos produtos, pessoas que trazem encomendas, não só de fumeiro mas de pão e outras coisas, é a qualidade que marca a diferença”, disse a Ministra da Agricultura, Assunção Cristas, durante a sua vista ao certame.

O sucesso não se limita ao pavilhão principal, onde se vende o fumeiro, todos os restantes pavilhões sentiram o peso da multidão, com pessoas a fazer filas para comprar diversos produtos gourmet, artesanato, para acederem os Tasquinhas e restaurantes, para assistirem aos concertos. “Tivemos sempre casa cheia, em todos os espaços, é impressionante”, comenta Carla Alves.

O tempo, apesar de frio, como é normal na época, também foi um aliado do evento. Os dias solarengos tornaram ainda mais agradável a visita a Vinhais, um concelho cheio de razões para ser visitada, durante a Feira do Fumeiro, com certeza, mas também ao longo de todo o ano.